Cardápio enxuto e certeiro, assim começa um bom restaurante. A gastronomia italiana é recordista em estabelecimentos entre nós e continua inspirando a abertura de casas no ramo, cada vez trazendo mais da tradição europeia.

watermark_27-10-2018_11-45-08PM

O Italiano foi inaugurado no mês passado e já está causando alvoroço em BH. Por lá já foram celebrados aniversários e pequenas comemorações e os clientes que foram já se programam para voltar.

watermark_27-10-2018_11-58-09PM

A arquitetura é belíssima, com espaços cheios de detalhes e muito bem decorados pela arquiteta Beth Nejm, que estampou a cultura italiana com elegância e sofisticação.

watermark_27-10-2018_11-59-18PM

O destaque vai para os seis lugares na bancada do simpático chef Alessandro Sofia, recém-chegado de Londres.

watermark_27-10-2018_11-57-36PM

Esse é o camarote de aromas para se apreciar o vai e vem da cozinha aberta em confortáveis poltronas.

watermark_27-10-2018_11-53-02PM

Seja no mesanino ou na área externa, os diversos ambientes somam 180 cadeiras e a área de espera já é extremamente agradável.

watermark_27-10-2018_11-59-48PM

Vinicius Veloso é o sócio responsável pela administração do O Italiano, que integra a rede de estabelecimento a do Grupo Chalezinho.

watermark_27-10-2018_11-58-44PM

Escolheram o bairro Olhos D´agua para esse novo empreendimento, bem perto da cervejaria Backer, que também participa da sociedade da casa.

watermark_28-10-2018_12-00-39AM

O menu foi muito bem pensado, sem demasiadas opções, mas abrangendo massas, carnes, peixes e frutos do mar com ênfase na gastronomia italiana tradicional.

watermark_28-10-2018_12-01-06AM

De entrada começamos bem pela bruschetta com abobrinha grelhada e mozzarella realmente fresquíssima (R$27).

watermark_27-10-2018_11-46-03PM

Arancini (R$22), o clássico bolinho de risoto não poderia faltar, ainda mais com recheio de queijo!

watermark_27-10-2018_11-53-40PM

O melhor prato da noite foi o carbonara (R$59), feito com gema de ovo caipira, parmesão, bacon e guanciale, com aquele sabor marcante e inesquecível.

watermark_27-10-2018_11-47-40PM

Chamou muito a minha atenção também o delicioso vinagrete de beterraba, limão cravo e morango que completou a musseline de baroa, acompanhamentos do polvo em perfeito ponto de cozimento (R$89).

watermark_27-10-2018_11-48-22PM

 

A lasanha (R$59) é leve e delicada, feita com filé mignon, molho de tomates frescos e fonduta de queijo.

watermark_28-10-2018_12-01-35AM

O prato mais pedido está sendo o brasato (R$82) – fraldinha em baixa temperatura com risoto de funghi – mostrando a preferência dos mineiros pela combinação carne e risoto.

watermark_27-10-2018_11-47-11PM

 

watermark_27-10-2018_11-46-42PM

Nas sobremesas encantei-me pelo tiramisú (R$35 para compartilhar, se você resistir), some na boca!

watermark_27-10-2018_11-49-18PM

Na panna cotta (R$29) é possível ver as favas de baunilha e o pêssego assado deu um toque especial.

watermark_27-10-2018_11-49-00PM

Os doceiros vão apreciar o brioche de nutella e o suspiro de limão siciliano com creme de limoncello, ambos a R$29.

watermark_28-10-2018_12-02-04AM

A carta de vinhos foi elaborada pela italiana Nella Cerino, professora da Associação Brasileira de Sommelier de Minas Gerais, presidida por seu marido – o sommelier Renato Costa. Com seu sotaque, Nella auxilia na escolha de um dos 70 rótulos predominantemente italianos. Os vinhos partem de R$70 e chegam a R$545 o Brunello di Montalcino do produtor Mocali ou até mesmo R$1.550 do produtor Casanova di Neri.

watermark_28-10-2018_12-00-15AM

O Italiano na minha coluna de gastronomia do Jornal da Cidade BH:

http://degustatividade.com.br//wp-content/uploads/2015/07/139a_ColunaGastronomia_O-Italiano.pdf

.

O Italiano

Rua São Vicente, 155, Olhos D’Água, Belo Horizonte, MG

oitalianorestaurante.com.br